fbpx
(11) 5083-6934 # 5083-5995 contato@teresaembirucu.com.br

Muitos casais quando iniciam um relacionamento sério (namoro ou casamento) sentem a vontade de transar sem camisinha. Mesmo sabendo sobre doenças sexualmente transmissíveis e como se usa, o preservativo ainda é deixado de lado. Independente do tipo de relacionamento afetivo e sexual (casual ou fixo), a camisinha ainda é o que há de melhor para evitar transmissões de doenças. Houve até um investimento na camisinha feminina, na expectativa de tirar a frase: “meu parceiro não gosta de usar” e oferecendo às mulheres mais independência. Mas a camisinha feminina não é ainda muito utilizada, o preço é mais alto e a forma de usar, em praticidade e estética, aparentemente, perde para a masculina.

Culturalmente, o uso ou não da camisinha se confunde com o sentimento de confiança, traição e promiscuidade. A camisinha parece mais vinculada aos aspectos negativos do que ao positivo, que é a grande liberdade sexual, de poder transar de forma mais livre, segura e despreocupada.

A camisinha não protege em 100% dos casos, mas é a melhor forma de evitar o contato com uma lista grande de doenças. Interessante também lembrar que de tempos em tempos descobrem-se novos vírus e bactérias. Mas de forma geral, a camisinha, seja feminina ou masculina, evitam transmissão dos vírus HIV (que causa AIDS), hepatites (principalmente a do tipo B, que pode levar a sérios problemas no fígado), HPV (causador do câncer de vulva, vagina, colo do útero, ânus e reto), clamídia e gonococos (que podem levar a infertilidade), herpes genital (que causa lesões dolorosas na vulva), molusco contagioso (que causa lesões tipo “bolinhas”), HTLV (causa problemas neurológicos). O ideal é que toda mulher faça anualmente exames, independente da retirada ou não da camisinha. Porque os resultados destes exames são apenas uma fotografia daquele momento. Quando existe a intenção de engravidar, estes exames devem ser feitos antes de começar a tentar. Depois dos resultados, o sexo sem camisinha vai ser bem mais tranquilo para o casal que planeja a gravidez.

InstagramFacebookWhatsApp