fbpx
(11) 5083-6934 # 5083-5995 contato@teresaembirucu.com.br

Você já ouviu falar de líquen escleroso? O líquen é uma doença inflamatória crônica autoimune, não infecciosa, que não é transmitida por contato.  

Uma das principais características do líquen escleroso é o aspecto de mancha branca que às vezes começa lá no capuz do clitóris, mas pode atingir os lábios e região próxima ao ânus.

Chama muito atenção o sintoma de coceira persistente que não melhora facilmente! A pele fica mais fina e sensível. Pode ser uma causa de dor no contato sexual. 

O líquen é mais comum na pós-menopausa. Mas pode acontecer em qualquer idade, até em crianças.

Existe a necessidade de acompanhamento bem certinho e regular com ginecologista. Há tratamento para melhorar os sintomas. Mas fica um sinal de alerta: o líquen tem risco de  causar cicatrizes e de evoluir para câncer de vulva (em torno de 4%).

Existem outras causas para manchas na vulva, como vitiligo, atrofia genital, psoríase, dermatites fúngicas…

Tenho por hábito incentivar cada vez mais o auto-exame, o auto-cuidado. Um item obrigatório é o espelho.  Adquira o costume de olhar sua vulva como você olha a pele do rosto. Você pode identificar alguma alteração mais cedo.

Conheça bem seu corpo.

InstagramFacebookWhatsApp