fbpx
(11) 5083-6934 # 5083-5995 contato@teresaembirucu.com.br

 A histeroscopia não é um exame ginecológico de rotina. A histeroscopia é um procedimento que avalia dentro do útero. Não são todas as mulheres que precisam realizar este exame. Não existe nenhuma idade que seja ideal, pode ser feita em qualquer fase da vida, contanto que haja indicação.

Em quais situações o médico ginecologista pode solicitar histeroscopia? A histeroscopia não consegue avaliar nada que esteja por fora do útero. Então existem algumas indicações mais precisas e as mais comuns são:

  • Quando há suspeita de mioma dentro do útero (mioma submucoso)
  • Suspeita de pólipo uterino (endometrial ou no canal do colo do útero)
  • Sangramento genital após a menopausa (período em que a mulher já não deve mais ter sangramentos)
  • Quando o endométrio está espessado
  • Alterações do ciclo menstrual (principalmente quando há hemorragia nos sangramentos menstruais)
  • Quando há necessidade de investigar causas de infertilidade
  • Malformações na cavidade uterina
  • Quando é preciso avaliar a cavidade do útero antes de colocar o DIU ou quando o DIU está sem os fios visualizados e não se consegue retirar
  • Localização de restos placentários ou pós-aborto
  • Localização de corpos estranhos dentro do útero

    O médico ginecologista deve avaliar cada caso individualmente e conversar com a mulher sobre a necessidade da histeroscopia, assim como seus riscos e benefícios.

InstagramFacebookWhatsApp