fbpx
(11) 5083-6934 # 5083-5995 contato@teresaembirucu.com.br

Quando falei sobre DIU hormonal em outros posts, só havia uma opção comercial do medicamento no mercado brasileiro. Vou resumir neste texto algumas diferenças entre os dois DIUs hormonais que temos agora.

A maior diferença é a concentração hormonal. O DIU Hormonal mais conhecido e estabelecido no mercado tem 52mg de levonorgestrel (libera 20mcg/dia). O que foi lançado mais recentemente, por sua vez, é um DIU hormonal de baixa dose, e apresenta 19,5mg (libera 12mcg/dia) do mesmo hormônio. Vantagem que os efeitos colaterais, como acne, dor nas mamas e alteração do humor, provavelmente vão ocorrer em menor freqüência e em menor intensidade.

O DIU com baixa dose hormonal também tem uma estrutura menor e o material utilizado para levá-lo até dentro do útero é mais fino. Vantagem é que a chance de dor durante a colocação é menor e portanto mais confortável para mulheres que nunca engravidaram ou adolescentes. 

O que não muda entre eles? Ambos são métodos de longa duração reversíveis, com o mesmo tipo de hormônio liberado (apenas progesterona, levonorgestrel), o mecanismo de ação (não inibem ovulação; o mecanismo é através do ação no endométrio, no muco cervical e motilidade do espermatozóide), o tempo de uso (5 anos) e eficácia  para contracepção (taxa de falha praticamente a mesma, sendo 0,29 para o de baixa dose e 0,2 para o existente mais tempo no mercado).

Os DIUs hormonais têm alta eficácia porque não dependem do uso correto pela mulher, podem ser retirados a qualquer momento com retorno á fertilidade, podem ser colocados após o parto e usados durante a amamentação. 

As chances de interromper a menstruação e de controlar sangramento menstrual em situações como adenomiose, endometriose, miomatose uterina e hiperplasia endometrial talvez na prática ainda sejam maiores com o DIU por uma liberação maior de quantidade do hormônio. 

Não é porque é mais novo que necessariamente é o melhor para você. Cada caso deve ser individualizado, levando sempre em consideração os riscos e benefícios, indicações e contraindicacões. 

Siga-me nas redes sociais
InstagramFacebookWhatsApp